quinta-feira, 28 de julho de 2011

4º dia - Vivendo na fortaleza da presença de Deus...

1.Tu que estás sob a proteção do Altíssimo e moras à sombra do Onipotente,
2.dize ao SENHOR: "Meu refúgio, minha fortaleza, meu Deus, em quem confio".
3.Ele te livrará do laço do caçador, da peste funesta;
4.ele te cobrirá com suas penas, sob suas asas encontrarás refúgio. Sua fidelidade te servirá de escudo e couraça.
5.Não temerás os terrores da noite nem a flecha que voa de dia,
6.nem a peste que vagueia nas trevas, nem a epidemia que devasta ao meio dia.
7.Cairão mil ao teu lado e dez mil à tua direita; mas nada te poderá atingir.
8.Basta que olhes com teus olhos, verás o castigo dos ímpios.
9.Pois teu refúgio é o SENHOR; fizeste do Altíssimo tua morada.
10.Não poderá te fazer mal a desgraça, nenhuma praga cairá sobre tua tenda.
11.Pois ele dará ordem a seus anjos para te guardarem em todos os teus passos.
12.Em suas mãos te levarão para que teu pé não tropece em nenhuma pedra.
13.Caminharás sobre a cobra e a víbora, pisarás sobre leões e dragões.
14."Eu o salvarei, porque a mim se confiou; eu o exaltarei, pois conhece meu nome.
15.Ele me invocará, e lhe darei resposta; perto dele estarei na desgraça, vou salvá-lo e torná-lo glorioso.
16.Vou saciá-lo com longos dias e lhe mostrarei minha salvação".

Reflexão: Confiar em Deus, mais do que pedir que afaste o mal, é saber que ele está sempre ao nosso lado, inclusive nos fortificando para vencer a maldade presente no mundo. Muitos pensam, frequentemente, que Deus está nas alturas, longe, apenas habitando aos céus inacessíveis. Mas a beleza de nossa fé está em compreender que, sim, Deus habitas as aturas celestes, pois sua realidade ultrapassa-nos, mas que, também, ele está junto de nós, como companheiro na estrada. A fé de Israel, da qual somos filhos, entendeu muito bem isto. Quando o povo caminhava no deserto, Deus estava junto com eles, habitando na tenda. A presença do Senhor seguia o povo em sua caminhada, vendo, ouvindo e sentido tudo aquilo que acontecia com o povo.
Portanto, para vivermos mais intensamente a liberdade da fé, é preciso quebrar a imagem de um Deus "vigia", que olha dos altos céus. Faz-se também necessário compreender que Deus não é um "mercador", que espera as moedas de orações para vender bens espirituais. Deus se lançou no caminho da vida com a gente. Ele é companheiro nosso, corrigindo-nos e nos ensinando, quando as rotas de desviam daquilo que é nossa meta. Nossas orações, promessas, são atos de amor a Deus que por primeiro nos amou e nos concede sua graça cotidianamente.

Oração: Deus e Senhor nosso, faze-nos olhar nossa vida e percebê-lo. Sabemos que estais bem perto de nós. Por isso, fortalece a compreensão profunda do coração para vivermos isso. Nas alegrias e nas tristezas, nas guerras e na paz cotidiana, vós sois a presença sempre próxima da vida; o sentido de todo o caminho. Guardai-nos na vossa presença. Fazei crescer em nós a consciência do caminhos a ser trilhado na certeza e na confiança do caminho compartilhado. Dai-nos, nesta noite (dia) e sempre, a vossa benção! Amém!

--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

3º dia - Salmo 11: Encontrando no Senhor a alegria de seguir caminhando...

1.[ Ao mestre do coro. Na oitava. Salmo de Davi. ]
2.Socorro, SENHOR! Os bons estão acabando, está sumindo a lealdade entre os homens.
3.Falam mentiras uns com os outros, usam uma linguagem enganadora, de coração hipócrita.
4.O SENHOR exterminará toda boca mentirosa, e a língua que fala com arrogância,
5.aqueles que dizem: "Por nossa língua somos fortes, o que falamos está em nosso poder; quem é que manda em nós?"
6."Por causa da miséria dos pobres, por causa do gemido dos necessitados agora me levanto", diz o SENHOR; "levarei a salvação a quem a deseja".
7.As promessas do Senhor são sinceras, como prata refinada, sete vezes depurada.
8.Tu, SENHOR, nos proteges, para sempre nos livrarás dessa gente.
8.Os ímpios vagueiam por toda parte; e vai crescendo a vileza dos mortais.


Reflexão: Dois movimentos se fazem presentes neste salmo. Na primeira parte (vv. 2-5), o autor canta sua insegurança e desânimo diante da dureza da realidade em que ele habita. A segunda parte (vv. 6-8) expressa sua confiança na presença do Senhor.
Como este belo canto tem a nos ensinar para a vida! A realidade que nos rodeia, na maioria das vezes, aparece muito dura. Muitos acabam desanimando de viver a alegria da fé por conta deste quadro. Até mesmo para aquele que já faz seu caminho, a dureza das injustiças acabam por ferir o coração. Ver tanta fome, injustiça, falta de caridade, maldade, insensibilidades às vezes nos pesam. Pior, a dureza e insensibilidade de coração acabou sendo passada por determinada cultura como sendo a postura mais certa, normal. Viver as realidades de Deus hoje é, em grande parte, "contracultura".
Deus continua nos chamando para a vida. Ele continua fiel, guardando-nos na fidelidade. Seu amor não nos abandona. Em nossa liberdade, não fechar os olhos para a realidade, mas mantê-los abertos na certeza de que um outro caminho é possível. Jesus, o Filho, nos mostrou isso. Diante da dor e da massificação, assumir as belezas de Deus. Diante de uma cultura de morte, assumir a "contracultura" de Deus como caminho de vida para a humanidade. Encontrar em Deus a força para viver a liberdade responsável dos filhos. Cristo carrega a cruz conosco!

Oração: Pai, Jesus tantas vezes viveu a incompreensão e a dor de se sentir isolado pelas pessoas. Contudo, na fidelidade ao projeto de Amor que é o Reino, ele seguiu em frente, abraçando a cruz na fidelidade ao amor pela humanidade. Quando o caminho tem sentido, sofrer não perde seu drama, mas é suportável. Fixos em vossa luz, as trevas não nos podem obscurecer. Fortalecei em nós os passos. Dai-nos romper as barreiras em vosso amor. Curai-nos do desânimo. Amém!

--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

P.S.: Obrigado às amigas Graça e Diana pelas ressonâncias. Sigamos caminhando. Querendo deixar seu recado, é só postar aqui no blog ou escrever para dalbemcssr@gmail.com

2º dia de oração com os salmos: Anseio por Deus. (com atraso....)

Meus caros:
Sei que isto é um pouco chato, mas infelizmente não poderei postar a reflexão completa sobre o Salmo de hoje. Passei o dia viajando de ônibus, em meio a diversos atrasos. Mas, contudo, deixo a proposta: reze hoje o salmo 18,29-37.

29. SENHOR, tu acendes minha lâmpada; meu Deus, ilumina minhas trevas.
30. Sim, contigo sinto-me forte para o ataque, com o meu Deus venço qualquer barreira.
31. O caminho de Deus é perfeito, a palavra do Senhor é comprovada, ela é um escudo para todos que nele buscam refúgio.
32. Pois quem é Deus senão o SENHOR? Quem é um rochedo senão o nosso Deus?
33. Foi ele que me encheu de força e aplainou minha estrada,
34. deu-me pés velozes como os das corças e me faz estar seguro nas alturas;
35. treinou minhas mãos para a guerra e meus braços para tender o arco de bronze.
36. Tu me deste teu escudo salvador, tua mão direita é meu apoio, multiplicas sobre mim tua bondade.
37. Fizeste-me avançar a largos passos, meus tornozelos não vacilaram.
(trad. CNBB)


Reflexão: Diante da dor, a atitude nossa, muitas vezes, é a de fugir, tentando maquiar de alguma forma, não encarando a situação de frente. Preferimos colocá-las no porão da casa de nossa vida, para ali só juntar mofo e poeira. A proposta de vida que vem de Cristo nos ensina a olhar de frente as dificuldades da vida, aprendendo a integrá-las em nosso caminho. Negar ou esconder tais situações, com o passar do tempo, vão ganhando o gosto ruim e o peso de coisas mal resolvidas.
Desça às profundezas de sua história, aos porões de sua vida. tendo consigo a certeza da presença do Senhor, e perceba aqueles momentos que ainda lhe fazem sofrer. Encare-os sem medo e peça ao Senhor que ajude a curar as feridas que ainda estão em aberto; que as águas repousantes e curativas da fonte da Vida que é Deus, lavem o mofo que se criou. Liberte-se! Deixe que Ele lhe proponha novos caminhos... Que você possa ver a face do Senhor te conduzindo e fortalecendo nesta estrada, deixando a você mais leve para seguir em frente!

Oração: Deus e Senhor da vida, pastor dos meus caminhos! Tantas pedra que encontrei no caminho da vida me fazem ainda sofrer. Ajudai-me a viver mais leve e liberto na vida. Guardai-me em vosso amor e libertai-me deste peso. Inspirai em mim novas atitudes... Guiai-me por novas sendas... Ensinai-me a romper com os medos e assimilar em vossa presença as experiências passadas. Amém!

--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

1º dia - Oração com os salmos: Na certeza de que o Senhor nos conduz...

Salmo 23:

Salmo de Davi O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará.

2 Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas.

3 Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.

4 Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.

5 Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.

6 Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR por longos dias.

Reflexão:

O Senhor é o Pastor de Israel. É ele quem conduz seu povo pelos caminhos da história. Assim, surge Deus como companheiro no caminho da vida. Disto vem a certeza de que não caminhamos sós, é o Senhor quem nos conduz. As figuras da vara e do cajado (v. 3) são muito relevantes. A vara, objeto utilizado na luta pela defesa do rebanho, e o cajado, utilizado para a condução e correção das ovelhas, são o consolo de Israel, pois aí ressoam a verdade de que Deus nunca abandona a Aliança de vida que fez com seu povo.

Deus não está longe, apenas no alto dos céus, mas sim, próximo, comungando conosco das vicissitudes do caminho. Na alegria e na tristeza, na força e na fraqueza, Deus faz caminho nos conduzindo para as verdes pastagens da comunhão de vida nele.

Neste primeiro dia de nosso caminho de oração, faça a experiência da presença do Senhor junto de você. Pergunte-se: a quem entrego a condução dos meus caminhos? Deixe-se preencher pela alegria de saber que o Senhor esteve, está e estará consigo todos os dias de sua vida. Tente parar um pouco e perceber. Muitos de nós não fazemos isto com freqüência, deixando Deus privado aos momentos de culto. A presença deste verdadeiro Pastor de nossos caminhos engloba tudo aquilo que somos e fazemos, nos sustentando e corrigindo as rotas. Esta é a base sólida que sustentará a reflexão dos próximos dias: nossos caminhos transcorrem no amor de Deus! Viva a certeza desta verdade!


Oração:

Senhor, eu vos louvo e agradeço pela beleza do seu amor que me conduz. Agradeço porque, nos momentos mais escuros de minha vida, vós estivestes sempre comigo. Também nos momentos alegres, a vossa presença sustentou e deu sentido à minha felicidade. Nos momentos em que as pedras do caminho da história cortaram meus pés, vossa presença foi o bálsamo curativo. Fortalecei-me e abri os meus olhos e ouvidos para que, aprofundando o conhecimento de minha história, vossa presença me liberte de todo o peso desnecessário e me torne mais livre para amar. Amém!


P.S.:

1. Antes de iniciar, não deixe de olhar o post inicial de sábado (23/07) que traz o método para os sete dias.

2. Quero lembrar, principalmente aos meus alunos, que não se trata de um estudo de exegese dos salmos, mas de uma experiência orante.


--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

Saúde...

Amigos:

Desculpem-me pelo atraso em postar os sete dias de oração com os Salmos. Passei um final de semana nada bom. Problemas com a coluna. Agora, remediado, posso voltar ao serviço. Daqui alguns minutos, posto o primeiro dia de oração. Assim, os sete dias começam hoje. Até.

--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

sábado, 23 de julho de 2011

7 dias de oração com os salmos...

Proponho a você, caro amigo caminheiro, fazer comigo uma bela caminhada de oração com os Salmos. Serão 7 dias, a começar por este domingo (24/07). A cada dia um salmo diferente com uma meditação própria. Como tema, escolhi: "Revisando a vida diante de Deus".

Nossa vida anda muito agitada, mal temos tempo para realizar as tarefas costumeiras. Vivemos, muitas vezes, sem refletir profundamente aquilo que acontece conosco, carregando, muitas vezes, um peso desnecessário pela vida a fora. Por isso, proponho este caminho de sete dias tendo como norte o referido tema. Vamos entrar nas profundezas de nossa história e pedir ao Senhor da Vida que nos liberte do peso e nos faça caminhar na segurança de sua presença, rompendo as dificuldades com a alegria daqueles que têm sua vida no Senhor.

Como método, proponho seguirmos bem próximos da leitura orante da bíblia. Colocarei nos posts, todos os dias, a tradução literal que farei do texto em hebraico ou grego (LXX) para os que não tiverem a bíblia em mãos. Tendo isto, coloque-se em posição de oração. Sinta-se agradável onde você estiver. Leia uma, duas, até três vezes, até que você sinta que pode repetir trechos do salmo sem ler. Deixe a palavra do Senhor ressoar na sua vida (isto é muito importante). Leia a proposta de meditação. Contemple (o que o Senhor me ensina?). Escolha uma frase do salmo que guiará o seu dia. Termine com uma oração espontânea.

Todos os dias, pela manhã, você encontrará o material no blog. A começar por amanhã. Faça bom uso dele. O primeiro salmo será o 23. Por ser bem conhecido por todos, servirá de introdução no caminho. Fiquem com Deus!!! Espero as ressonâncias pelos comentários aqui no blog ou pelo e-mail dalbemcssr@gmail.com


--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Off-line

Caros caminheiros:

Vou passar 15 dias em diversas atividades. Quando eu passar por algum sinal de internet (acho que será meio difícil...) postarei algumas coisas. Voltamos às atividades normais no blog a partir do dia 25/07. No mais, olhem de vez em quando, pode ser que eu consiga postar alguma coisas antes desta data. Fiquem com Deus e que ele abençoe nossos caminhos!

--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Rádio Caminhos humanos e divinos

Caros:
A coletânea de hoje, atendendo a amigos, está baseada em algumas pérolas da MPB. Abraços. Aguardo as ressonâncias e sugestões.

1- Águas de Março
2- Chega de saudade
3- Canção do Sal
4- Falando de amor
5- Casinha branca
6- Cio da terra

Fiquem com Deus!!

--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

Voltamos com a rádio "Caminhos humanos e divinos".

Fiz uma pequena coletânea de clássicos, apenas para testar. Bela música para a alma...

1- Clair de Lune - Claude Deubussy
2- Violin Concert in D Major, Op. 61 - Beethoven
3- Moonlight Sonata - Beethoven

Os que gostaram do retorno, por favor, mandem suas ressonâncias (twitter, facebook, e-mail...). Aguardo também indicações para as próximas coletâneas.

Abraço.
--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

Versículo Bíblico para meditação.

"O Reino de Deus é como um grão de mostarda que alguém pegou e semeou no seu jardim: cresceu, tornou-se um arbusto, e os pássaros do céu foram fazer ninhos nos seus ramos." (Lc 13,19)

No Mistério do Reino, nossa morada...

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Versículo Bíblico

"Só em Deus repousa minha alma; dele vem minha salvação. Só ele é meu rochedo e minha salvação, minha rocha de defesa: jamais vou vacilar."
Sl 62,2-3

--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Tríduo do Sagrado Coração de Jesus - 3º dia

Coração – Sede da Vida: Viver nossa realidade encarnada.

 

Texto Bíblico: Jo 1,1-18

 

Reflexão: Hoje é o dia de festa! Celebrar o Sagrado Coração de Jesus é também celebrar a profundidade de um Deus que se encarna, ou seja, assume o coração humano como lugar da realização do diálogo salvífico com a humanidade. Deus escolhe redimir nossa humanidade a partir da própria humanidade, de dentro, do coração, daquilo que de mais humano possuímos. Você já parou para pensar na profundidade desta afirmação? Deus veio ao nosso encontro da maneira mais radical possível. Ele se fez um de nós em Cristo Jesus. Medite sobre esta beleza. Ao rezar a jaculatória "Jesus, manso e humilde de coração, fazei nosso coração semelhante ao vosso", diga-a a partir certeza enriquecedora da encarnação. Que o nosso coração, humano como é, aprenda a viver, amar, caminhar, trabalhar... na humanidade divina do Cristo.

 

Oração: Deus, Senhor de infinito amor e bondade, vós que em Cristo assumistes nossa humanidade, elevando-a em sua Verdade, reforçai em nós a graça da encarnação. No vosso Filho, mostrais à humanidade o verdadeiro caminho da vida. Em Jesus, elevastes o coração humano à altura do vosso sonho para cada um de nós. Ensinai-nos a sermos verdadeiramente humanos, segundo o vosso querer. Que o vosso Espírito, fonte de toda Vida e Verdade, conduza-nos na alegria daqueles que se sabem chamados a ser mais em nossa humanidade alicerçada na vossa realidade. Guardai-nos na benção e na graça da vossa presença em cada dia de nossos caminhos. Amém.

 

P.S.: Obrigado a todos os amigos que acompanharam estes momentos de oração e ressoaram a beleza de sua meditação. Com certeza, outros virão. Deus os acompanhe com a sua benção.

--
P.e Maikel P. Dalbem, C.Ss.R.